SOBREVIVA À ESCOLA EM PRÉ-FERIADOS

DICAS E IDEIAS

 

 

Mês da Mulher

sem estresse na escola. Que tal?

 

Vamos combinar, hein!

É desafiador demais da conta concorrer com o mundo moderno, a tecnologia, os estímulos absurdos a que estamos expostos e, acima de tudo, nossos alunos , não é mesmo?

Então vamos aproveitar as oportunidades para trazer para dentro do pedagógico temas atuais e sair da mesmice que desestimula os alunos e nos deixa doidos?

 

Seguem algumas dicas de trabalho para o Mês da Mulher na escola.

 

ATENÇÃO!

 

Não encontrou um professor a fim de encarar essa com você? Faça sozinho que assim você fica de boa até seu colega estar pronto para isso também. Está tudo bem, apenas não desista.

 

JOGO DA MEMÓRIA

SURDO-SONORO

SURDO-SONORAS.jpg

É CARNAVAL

 

É sexta-feira de carnaval e sua escola pode estar preparando - com você sabendo ou não sabendo, querendo ou não querendo - atividades voltadas a esta data da qual - no fundo - a maioria gosta.

 

E muitos de nós, professores, podem estar já repetindo em pensamento desde a semana passada "o que vou fazer com esses alunos agitados, suados, ansiosos dentro da sala de aula", correto?

 

No vídeo a seguir você pode entender um pouco mais como amenizar seu estresse: 

Algumas datas importantes para a sua linha do tempo

 

  • 1827: ano em que a mulher adquire o direito de frequentar a escola.
  • 1879: ano em que a mulher conquista a liberdade de frequentar a faculdade.
  • 1910: ano em que é criado o Primeiro Partido Feminino
  • 1932: ano em que a mulher conquista o direito de votar - inicialmente - por escolha, pois não lhe era obrigatório.
  • 1962: ano do Estatuto da Mulher Casada - em que mulher não depende mais da autorização do marido para poder trabalhar.
  • 1974: ano em que a mulher ganhar o direito a portar um cartão de crédito.
  • 1977: ano da Lei do Divórcio - mulher conquista o direito a se divorciar, mas permanecendo às custas dos olhares preconceituosos da sociedade de mulher divorciada /disquitada.
  • 1979: mulher conquista o direito de jogar bola, se quiser.
  • 1985: criada a primeira Delegacia da Mulher.
  • 1988: mulher passa a ser reconhecida como igual ao homem pela Constituição de 1988.
  • 2002: virgindade deixa de ser motivo de anulação de casamento a pedido do marido.
  • 2006: Lei Maria da Penha
  • 2015: Lei do Feminicídio.
  • 2018: a importunação sexual passa a ser vista como crime contra as mulheres.
  • 2021: criada a para prevenir, reprimir e combater a violência política contra a mulher.

 

E aí?

Muitas ideias surgiram na sua cabeça para trabalhar com mais tranquilidade mental e emocional com seus alunos?

 

Não importa o segmento em que você atua.

Não importa a sua área.

Não importa!

 

Aproveite o momento!

 

E se você torceu o nariz porque acha que as máscaras têm origem no carnaval você já está cometendo um equívoco. Na história das máscaras há um riquíssimo conteúdo a ser explorado em dias como esse.

Contando histórias você consegue efetivamente integrar a Educação ao social!!!

 

  • pegue o mapa mundi, descubra com os alunos a localização geográfica do local onde as máscaras surgiram - eis um lindo meio de colocar o bloco da geografia na rua e botar para quebrar;
  • aborde a cultura loca, pesquise com eles se não souber ou - MELHOR AINDA - diga que sobre isso falrão na quinta-feira que vem, quando as aulas retornarem - a Língua Portuguesa e a História vão amar fazer parte disso tudo; 
  • se for montar máscaras com eles (pegue dicas rápidas com a(o) professor(a) de Arte ou o tio Google) e fale sobre ângulos, retas, geometria etc. desconstruindo a ideia de que a Matemática é chata, técnica e difícil;
  • se você é do Inglês os alunos vão se interessar mais sobre como se fala máscara em outra língua e um pequeno vídeo e/ou historinha a respeito, em Inglês, pode dar muito bom nessa história toda;
  • use e abuse dos recursos para a confecção de máscaras e coloque o abadá da sustentabilidade para rodar: a ciência agradece, o aluno se envolve e você - professor - estressa menos porque os resultados, provavelmente, serão melhores.

brinque ou desenvolva uma dinâmica para o uso destas máscaras: o movimento é da Educação Física assim como tudo é das Artes e a Educação é da vida!

 

Acesse no botão abaixo um material muito rico sobre a história das máscaras que vai auxiliar você nesse momento como fonte de informação.